Ebbro Lotus 72C 1:20.

Depois de mais de 2 anos sem fazer nada de plastimodelismo, resolvi montar esse kit da Lotus 72C que correu em 1970 com Jochen Rindt e John Miles.

DSC_3588

Ele foi lançado em Abril e não conseguia encontrar nas lojas.

O conteúdo da caixa.

DSC_3590DSC_3591DSC_3592DSC_3593DSC_3594DSC_3595DSC_3596DSC_3597DSC_3598

Comprei no Shizuoka Hobby Show desse ano e depois peguei os adesivos Gold Leaf na Tam Tam de Nagoya.

DSC_3589

Agora tenho como fazer a versão do Emerson Fittipaldi.

70 Lotus 72C Cosworth - E_Fittipaldi - Watkins Glen

continua…

Hasegawa Ferrari 312T “1976 Brazil GP Winner” 1:20.

Esse é o kit da Ferrari 312T que Niki Lauda venceu o GP do Brasil de 1976.

A Ferrari usou esse modelo até o GP de Long Beach e a partir da corrida da Espanha estreou a 312T2.

A diferença desse kit com a versão de Mônaco 1975 é a asa dianteira.

A folha de decalques vem com a opção do carro de Clay Regazzoni.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/1976_Brazilian_Grand_Prix

DSC_5777

Ferrari Collection nº 81 – 250 Testa Rossa.

Essa é a miniatura da Ferrari 250 Testa Rossa da Equipe Nationale Belge que correu nas 24 Horas de Le Mans de 1958 com os pilotos belgas Jean Blaton e Alain de Changy.

A dupla chegou na 6ª colocação com 279 voltas completadas.

Com motor V12, 2953cc, 300 bhp, câmbio manual de 4 marchas, 794 Kg, faz de 0 a 60 mph em 6 segundos e chega a 259 Km/h de velocidade máxima.

Fonte: http://www.supercars.net/cars/525.html 

DSC_5734

Um vídeo desse modelo.

 

Hot Wheels Williams BMW FW27 1:18.

Essa é a miniatura da Williams FW27 que Mark Webber correu em 2005.

Projetado por Gavin Fisher e Loic Bigois foi o último modelo da parceria com a BMW.

O melhor resultado de Webber foi um 3º lugar em Mônaco terminando o campeonato na 10ª colocação com 36 pontos.

A Williams foi a 5ª colocada no mundial de construtores com 66 pontos.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Williams_FW27

DSC_3505

DSCN5579

DSCN5580

Hasegawa Ferrari 312T2 Japan GP 1:20.

Essa é o kit da Ferrari 312T2 que disputou o GP do Japão de 1976 com o austríaco Niki Lauda e o suiço Clay Regazzoni.

Regazzoni chegou na 5ª colocação e terminou o campeonato em 5º lugar com 31 pontos e 1 vitória (Long Beach com a 312T).

Lauda desistiu na 2ª volta alegando falta de segurança na pista molhada de Fuji e foi vice-campeão com 68 pontos e 5 vitórias (Brasil e África do Sul com a 312T, Bélgica, Mônaco e Inglaterra com a 312T2) .

A Ferrari foi campeã de construtores com 99 pontos.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/1976_Japanese_Grand_Prix

DSC_0697

Os pneus de chuva é a diferença entre esse kit e o 312T2 do GP de Mônaco lançado anteriormente.

Hot Wheels Renault R25 1:18.

Essa é a miniatura da Renault R25 que Giancarlo Fisichella correu em 2005.

Desenhado por Robert Bell, Tim Densham e Dino Toso, foi o último carro a correr com motor V10 de 3 litros marcando o fim de uma era.

Fisichella venceu na Austrália e terminou o campeonato na 5ª colocação com 58 pontos.

Fonte: http://www.f1technical.net/f1db/cars/887/renault-r25

DSC_3504

DSCN5572

DSCN5573

Hasegawa Lotus 79 & Etching Parts 1:20.

Esse é o kit da Lotus 79 que Mario Andretti ganhou o GP da Alemanha de 1978.

Projetado no final de 1977 por Colin Chapman, Geoff Aldridge, Martin Ogilvie, Tony Rudd e Peter Wright foi o primeiro carro de F1 a aproveitar plenamente o efeito solo.

Andretti foi campeão com 64 pontos e 6 vitórias (Argentina com Lotus 78, Bélgica, Espanha, França, Alemanha e Holanda).

A equipe foi campeã de construtores com 115 pontos.

A folha de decalques vem com a opção do carro de Ronnie Peterson.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Lotus_79

DSC_0713

Comprei também o Etching Parts.

DSC_5775

Esse seria um grande lançamento, mas a Tamiya lançou o mesmo modelo na mesma época. Acho que isso inibiu a Hasegawa em lançar novos modelos de F1…

%d blogueiros gostam disto: