Formula 1 Machine Collection nº 12 – Honda RA300 1/43.

Essa é a miniatura da Honda RA300 que o inglês John Surtees correu no GP da Itália de 1967.

Projeto de Eric Broadley da Lola com base no T90 que correu nas 500 milhas de Indianápolis o carro ficou conhecido por Hondola pela mídia especializada.

Um carro bem mais leve que seu antecessor (RA273), e que conseguiu vencer na sua estreia em Monza.

No total foram apenas 4 corridas para esse modelo mas com a vitória, se tornou célebre aqui no Japão.

Surtees ficou em 4º no mundial de pilotos com 20 pontos, mesma posição da Honda no mundial de construtores.

Fontes: https://en.wikipedia.org/wiki/Honda_RA300

https://en.wikipedia.org/wiki/1967_Italian_Grand_Prix

https://en.wikipedia.org/wiki/1967_Formula_One_season

DSC_5598

Fiz um review dessa bela mini.

Anúncios

Formula 1 Machine Collection nº 11 – Toleman TG184 1/43.

Essa é a miniatura da Toleman TG184 Hart que Ayrton Senna correu em 1984.

Projeto de Rory Byrne e Pat Symonds estreou no GP da França em Dijon-Prenoix com o mesmo motor Hart de 4 cilindros turbo que rendia cerca de 600 bhp.

Senna foi 2º colocado em Mônaco e 3º em Brands Hatch e Estoril terminando o campeonato na 9ª colocação com 13 pontos.

A Toleman foi 7ª colocada no mundial de construtores com 16 pontos.

Fontes: https://en.wikipedia.org/wiki/Toleman_TG184

https://en.wikipedia.org/wiki/1984_Formula_One_World_Championship

DSC_5595

Fiz um vídeo review dessa linda miniatura.

A mini da Lendas Brasileiras não saiu no Brasil com o patrocínio da Candy. Uma pena pois preenche bem os espaços do carro.

Formula 1 Machine Collection nº 10 – Tyrrell P34 1/43.

Essa é a miniatura da Tyrrell P34 que o sul africano Jody Scheckter correu no GP do Japão de 1976.

Projeto de Derek Gardner inovou ao introduzir o conceito de 4 rodas menores na frente para reduzir o arrasto sem perder a aderência.

Scheckter desistiu da prova após 58 voltas devido a um super aquecimento.

No campeonato de 1976, Scheckter venceu na Suécia e terminou em 3º lugar com 49 pontos.

A Tyrrell foi a 3ª colocada no mundial de construtores com 71 pontos.

Fontes: https://en.wikipedia.org/wiki/Tyrrell_P34

https://en.wikipedia.org/wiki/1976_Japanese_Grand_Prix

https://en.wikipedia.org/wiki/1976_Formula_One_season

DSC_5592

Fiz um vídeo com um review dessa miniatura que acabou tornando-se exclusiva por causa da escrita japonesa com o nome da equipe e piloto. Na coleção mundial isso não aparece.

Formula 1 Machine Collection nº 9 – Ferrari SF15-T 1:43.

Essa é a miniatura da Ferrari SF15-T que o alemão Sebastian Vettel correu no GP da Malásia em 2015.

Projeto de Simone Resta foi o primeiro ano de Vettel na equipe onde manteve a tradição desde os tempos de RedBull ao nomear o carro como “Eva”.

Vettel venceu 3 corridas (Malásia, Hungria e Cingapura) terminando o campeonato na 3ª colocação com 278 pontos.

A Ferrari foi vice-campeã de construtores com 428 pontos.

Fontes: https://en.wikipedia.org/wiki/Ferrari_SF15-T

https://en.wikipedia.org/wiki/2015_Formula_One_World_Championship

DSC_5589

Fiz um vídeo com um review dessa mini.

Formula 1 Machine Collection nº 8 – Brabham BT52B BMW 1:43.

Essa é a miniatura da Brabham BT52B BMW que Nelson Piquet correu em 1983.

Projeto de Gordon Murray a BT52 foi criado faltando apenas 6 semanas para o início da temporada pois a FIA proibiu carros com efeito solo. A versão atualizada estreou a partir do GP da Inglaterra com melhorias na aerodinâmica e pequenas asas no aerofólio traseiro a fim de melhorar o downforce.

Piquet venceu 3 corridas (Brasil com a BT52, Itália e Europa) e foi campeão com 59 pontos.

A Brabham foi 3ª colocada no mundial de construtores com 72 pontos.

Fontes: https://en.wikipedia.org/wiki/Brabham_BT52

https://en.wikipedia.org/wiki/1983_Formula_One_World_Championship

DSC_5586

Fiz um vídeo com um review dessa mini.

Formula 1 Machine Collection nº 7 – Williams FW14B Renault 1:43.

Essa é a miniatura da Williams FW14B Renault que correu em 1992 com o inglês Nigel Mansell.

Projetado por Adrian Newey e Patrick Head o carro foi uma evolução da FW14 com melhoras na caixa de câmbio e controle de tração e a adição da suspensão ativa que deixou o carro imbatível.

Mansell venceu 9 corridas (África do Sul, México, Brasil, Espanha, San Marino, França, Inglaterra, Alemanha e Portugal) e foi campeão com 108 pontos.

A Williams foi campeã de construtores com 164 pontos.

Fontes: https://en.wikipedia.org/wiki/Williams_FW14

https://en.wikipedia.org/wiki/1992_Formula_One_World_Championship

DSC_5582

Essa é a foto do modelo quando recebi em casa.

DSC_5580

Customizei essa mini com adesivos da britânica Grand Prix Decals.

WilliamsWilliams1Williams2Williams3Williams4Williams5Williams6Williams7Williams8Williams9Williams91Williams92Williams93Williams94Williams95Williams96Williams97Williams98Williams99Williams991Williams992Williams993Williams994Williams995Williams996Williams997Williams998Williams999Williams9991Williams9992Williams9993Williams9994Williams9995

Fiz um vídeo com um review dessa mini.

Formula 1 Machine Collection nº 6 – Ferrari 312 T2 1:43.

Essa é a miniatura da Ferrari 312 T2 que correu no GP Brasil de 1977 com o austríaco Niki Lauda.

Depois de perder o título de 1976 para James Hunt a Ferrari introduziu algumas modificações para 1977 tornando assim 312 T2B mas nas 2 primeiras corridas (África do Sul e Brasil) ainda foi usado o carro de 1976 o que deixou Lauda descontente com a performance do carro mesmo tendo ganho a trágica corrida de Kyalami onde Tom Pryce perdera a vida.

Na corrida de Interlagos, Lauda terminou na 3ª colocação a 1 minuto e 47 segundos do vencedor Carlos Reutemann.

Ao final do campeonato Lauda abandonou a equipe após o GP do EUA  depois de conseguir o bi-campeonato com 72 pontos.

A Ferrari foi campeã de construtores com 95 pontos.

Fontes: https://en.wikipedia.org/wiki/1977_Brazilian_Grand_Prix 

https://en.wikipedia.org/wiki/Ferrari_312T#312T2_(1976)/312T2B_(1977-1978)

https://en.wikipedia.org/wiki/1977_Formula_One_season

DSC_5577

Fiz um vídeo com um review dessa mini.

 

%d blogueiros gostam disto: