Ferrari F1 Collection nº 43 – 312 T2 (6 Wheeler).

Essa é a miniatura da Ferrari 312 T2 (T6) que Niki Lauda testou na temporada de 1977.

Mauro Forghieri fez sua versão de 6 rodas colocando um par de pneus dianteiros na parte traseira visando ter um melhor arrasto sem perder a aderência.

Foi feito uma nova suspensão traseira, mas era muito frágil e o projeto não seguiu adiante.

Fonte: http://f1nostalgia.blogspot.jp/2008/09/projetos-no-concretizados-ferrari-312t6.html

DSC_4983

Como não achei vídeo desse carro, colocarei fotos desse modelo.

1977carlosreutemannferriv81977ferrari312t6fioranoki8lauda-3ferrari-t6-inline-lauda-tra1977nikilaudaferrari312mj3

Ferrari Collection 1975-1976.

Mais 3 modelos da Ferrari Collection entre 1975 e 1976.

Para saber maiores detalhes basta clicar no link acima da foto.

 

1975 – 312 T.

DSC_0111

 

1976 – 512 BB.

DSCN6255

 

1976 – 312 T2.

DSCN6254

Hasegawa Ferrari 312T2 Japan GP 1:20.

Essa é o kit da Ferrari 312T2 que disputou o GP do Japão de 1976 com o austríaco Niki Lauda e o suiço Clay Regazzoni.

Regazzoni chegou na 5ª colocação e terminou o campeonato em 5º lugar com 31 pontos e 1 vitória (Long Beach com a 312T).

Lauda desistiu na 2ª volta alegando falta de segurança na pista molhada de Fuji e foi vice-campeão com 68 pontos e 5 vitórias (Brasil e África do Sul com a 312T, Bélgica, Mônaco e Inglaterra com a 312T2) .

A Ferrari foi campeã de construtores com 99 pontos.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/1976_Japanese_Grand_Prix

DSC_0697

Os pneus de chuva é a diferença entre esse kit e o 312T2 do GP de Mônaco lançado anteriormente.

Hasegawa Ferrari 312T2 1:20.

Esse é o kit da Ferrari 312T2 que Niki Lauda venceu o GP de Mônaco do 1976.

A folha de decalques tem a opção do carro nº 2 de Clay Regazzoni.

Depois de anos sem lançar modelos de F1, a Hasegawa lançou esse clássico na escala 1:20. Foi um hit de vendas e hoje não encontro facilmente nas lojas para comprar.

DSCN5393

Ferrari Collection nº 27 – 312T2.

Essa é a miniatura da Ferrari 312T2 que correu o mundial de 1976 com Niki Lauda.

Lançado em Fiorano, contou com várias modificações em relação ao 312T usado anteriormente.

Afim de cumprir as novas regras de aerodinâmica, não apresentava mais o airbox atrás do cockpit e sim 2 entradas de ar laterais tipo NACA.

A estréia foi na Corrida dos Campeões em Brands Hatch e foi usado a partir do GP da Espanha no mundial da Fórmula 1.

Foi com esse modelo que Lauda sofreu um grave acidente no GP da Alemanha em Nurburgring, provavelmente por uma falha na suspensão traseira.

Ele quase morreu queimado e seis semanas depois voltou a correr no GP da Itália.

Com 5 vitórias na temporada, Lauda perdeu o título por 1 ponto para James Hunt ao abandonar o GP do Japão no perigoso autódromo de Fuji.

A superioridade do 312T2 ajudou a Ferrari a ganhar o título de construtores pelo 2º ano consecutivo.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Ferrari_312T

DSCN6254

Um vídeo bem completo sobre o acidente do Lauda.

%d blogueiros gostam disto: