Academy Benetton B195 Renault 1:20.

Esse é o kit da Benetton B195 Renault que correu em 1995 com o alemão Michael Schumacher e o inglês Johnny Herbert.

Projetado por Rory Byrne e Ross Brawn, é basicamente o mesmo modelo de 1994 e a equipe conseguiu fazer uso dos motores Renault através da compra da equipe Ligier por Flavio Briatore e Tom Walkinshaw.

Schumacher venceu 9 corridas (Brasil, Espanha, Mônaco, França, Alemanha, Bélgica, Europa, Pacífico e Japão) ficando com o título de pilotos com 102 pontos.

Herbert venceu 2 corridas (Inglaterra e Itália) terminando em 4º lugar com 45 pontos.

A Benetton foi campeã de construtores com 147 pontos.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Benetton_B195

agfgf 009

Anúncios

Revell Benetton Ford B194 1:24.

Esse é o kit da Benetton Ford B194 que correu em 1994 com o alemão Michael Schumacher, o finlandês J. J. Lehto, o holandês Jos Verstappen e o inglês Johnny Herbert.

Projetado por Rory Byrne e Ross Brawn, foi uma atualização do modelo B193 sem a ajuda eletrônica que foi banida para o mundial de 94.

O carro estava muito competitivo nas mãos de Schumacher e as outras equipes suspeitavam que o B194 não era legal, devido à alta competitividade de um carro de fraca potência.

A FIA abriu uma investigação e um programa de start sequence (launch control) foi descoberto no sistema do computador de bordo, mas sem controle de tração.

No fim, o órgão não conseguiu provar se o sistema foi usado e as queixas foram retiradas.

Schumacher venceu 8 corridas (Brasil, Pacífico, San Marino, Mônaco, Canadá, França, Hungria e Europa) e foi campeão com 92 pontos.

Verstappen foi o 10º colocado no mundial de pilotos com 10 pontos.

Lehto foi o 24º colocado com  1 ponto.

Herbert terminou o ano “zerado”.

A Benetton foi vice-campeã de construtores com 103 pontos.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Benetton_B194

agfgf 004

Tamiya Mazda 787B 1:24.

Esse é o kit da Mazda 787B que venceu as 24 Horas de Le Mans em 1991 com o alemão Volker Weidler, o inglês Johnny Herbert e o belga Bertrand Gachot.

Foi a primeira vitória de um fabricante japonês na corrida e marcou também a vitória de um motor rotativo.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/1991_24_Hours_of_Le_Mans 

agfgf 040

Herbert deu uma volta nesse carro em 2011.

Tamiya Lotus 107B Ford 1:20.

Esse é o kit da Lotus que correu em 1993 com Johnny Herbert e Alessandro Zanardi.

Como era comum na época, a equipe empregou a tecnologia de suspensão ativa que eles introduziram em 1987, mas não tinham orçamento suficiente para torná-lo funcional e além disso não era a única solução para o carro.

Zanardi acredita em sua autobiografia (My Story) que o foco sobre esse sistema foi em detrimento de outros aspectos do carro.

Com o forte acidente de Zanardi nos treinos do GP da Bélgica, ele foi susbstituído à partir do GP do GP da Itália por Pedro Lamy.

O melhor resultado desse carro foram 3 terceiro lugar com Herbert (México, Brasil e Inglaterra) e a equipe terminou na 6ª colocação no mundial de construtores com 12 pontos.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Lotus_107

gfgf 048

Ixo Audi R8 Team Champion Le Mans 2001 1:43.

Essa é a miniatura da Audi R8 da equipe americana Champion Racing que correu as 24 horas de Le Mans 2001 com o inglês Johnny Herbert, o belga Didier Theys e o alemão Ralf Kelleners.

O carro teve problemas depois de 81 voltas e não conseguiu completar a corrida.

DSC_5757

Achei o vídeo do momento em que o carro parou na pista.

Esse peguei no sorteio da GP Collection na corrida do ano passado.

Tamiya Lotus Ford 102D (Hakkinen & Herbert version) 1:20.

Esses são os kits da Lotus 102D que correu no início da temporada de 1992 com Mika Hakkinen e Johnny Herbert.

Extremamente semelhante ao Lotus 102B, passou a utilizar o motor Cosworth HB V8 no lugar do Judd EV V8.

O melhor resultado desse carro foram 1 sexto lugar de Herbert nos EUA e 1 sexto lugar de Hakkinen no Brasil.

A Tamiya, um dos patrocinadores da equipe, lançou essa versão que vinha com o piloto pronto para colocar dentro do carro.

Por isso que acabei comprando as 2 versões para montar.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Lotus_102

agfgf 031

agfgf 034

Agora tenho 2 “mosca branca” guardadas em casa… rs.

Tamiya Lotus type 102B 1:20.

Esse é o kit da Lotus que correu em 1991 com Mika Hakkinen e Julian Bailey.

Nesse ano a equipe correu com o motor Judd no lugar do Lamborghini usado na temporada de 1990.

Depois de não conseguir qualificar para o GP de Mônaco, Bailey foi substituído por Johnny Herbert.

Michael Bartels substituiu Herbert em algumas corridas mas também não conseguiu qualificação para corrida.

A equipe pontuou na GP de San Marino com um 5º lugar de Hakkinen e 6º de Bailey terminando o mundial de construtores na 9ª colocação com 3 pontos.

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Lotus_102

agfgf 043

Na matriz da Tamiya tirei uma foto desse modelo.

DSCN8678

%d blogueiros gostam disto: